Você está aqui: Página Inicial > Campus > Barreiros > Cursos > Superiores > Tecnólogos > Agroecologia > Perfil Profissional

Perfil Profissional

por Hugo Ferreira publicado 23/12/2015 16h52, última modificação 14/03/2017 18h17

O (a) Tecnólogo(a) em Agroecologia deverá ser um(a) profissional com formação generalista, técnico-científica, com visão crítica e reflexiva, cuja atuação deve ser pautada pela promoção da sustentabilidade ambiental, sócio-cultural e econômica. É o profissional responsável pelo planejamento, análise, execução e monitoramento de sistemas de produção agropecuária. Além dos aspectos observados, o curso de Tecnologia em Agroecologia está estruturado para o desenvolvimento de competências e habilidades necessárias à atuação de profissionais, habilitando-os a:

  • Atuar em propriedades rurais, cooperativas, associações, movimentos sociais, órgãos governamentais e não governamentais dentre outras organizações utilizando a abordagem sistêmica e complexa no entendimento da realidade agrícola e agrária;
  • Compreender e colaborar para organização e funcionamento dos agroecossistemas e das organizações sociais em que estiver inserido.
  • Produzir e divulgar conhecimentos, tecnologias, serviços utilizando técnicas de  comunicação adequadas à sensibilização dos agricultores familiares formando-os sobre os diferentes processos e metodologias de organização social especialmente na região da Mata Sul de Pernambuco.
  • Criar projetos voltados à conservação e recuperação de ecossistemas degradados
  • Assegurar a utilização de processos produtivos agrícolas que não provoquem impactos negativos ao meio ambiente nem danos à saúde humana e animal;
  • Desenvolver habilidades relacionadas à liderança, caráter gestor e ao trabalho em equipe, sob os princípios da economia solidária e do comércio justo;
  • Conscientizar à responsabilidade social, incentivando e promovendo atividades relacionadas a projetos de voluntariado nas áreas de educação, meio-ambiente, terceira idade, portadores de necessidades específicas e outros segmentos de cunho social, desenvolvendo no estudante a noção de cidadania.