Você está aqui: Página Inicial > Campus > Belo Jardim > Primeiro orador surdo é destaque na Colação de Grau 2018

Notícias

Primeiro orador surdo é destaque na Colação de Grau 2018

Evento marcou o final do ano letivo de 2018 no Campus Belo Jardim
por publicado: 28/12/2018 17h29 última modificação: 28/12/2018 17h59

Nesta quinta-feira (27), o IFPE Campus Belo Jardim celebrou a Colação de Grau 2018 dos estudantes do curso PROEJA de Operador Industrial de Alimentos e dos cursos técnicos em Agropecuária, Agroindústria e Informática para Internet. O evento marcou o final do ano letivo de 2018 no Campus.

Um dos grandes destaques do evento foi o orador do curso técnico em Informática para Internet Subsequente, Julio César Rodrigues. Detalhe: Julio César é surdo e, com a ajuda da intérprete de libras do Campus, Dayse de Deus, foi o primeiro estudante com este tipo de necessidade especial a ser orador de uma formatura do IFPE.

"Quero agradecer a todo cuidado prestado pela minha intérprete ao longo do curso, ao carinho de todos os colegas de turma que sempre me incentivaram a persistir no meu sonho e, especialmente, a dedicação do professor Francisco Simões, que decidiu até aprender libras para me proporcionar um melhor aprendizado", declarou Julio César em linguagem de sinais, enquanto era interpretado por Deyse de Deus, emocionando as mais de 500 pessoas que participaram do evento.

A reitora Anália Ribeiro, que presidiu a mesa de honra do evento, ressaltou a importância simbólica deste momento. "A inclusão é uma das principais políticas institucionais do IFPE. Portanto, é um orgulho muito grande ter um estudante como Julio César tão bem acolhido em nossa casa e servindo de exemplo para que muitos outros com necessidades iguais as dele possam enxergar que é possível correr atrás de seus sonhos, e que nossa Instituição sempre estará de portas abertas para elas", declarou Anália.

O diretor geral do Campus Belo Jardim, Francisco das Chagas, também se disse orgulhoso pelo momento, e lembrou do esforço de toda a equipe gestora na busca de melhorar a acessibilidade para facilitar a inclusão. "Nesta ano inauguramos a Obra de Acessibilidade do nosso Campus, e continuaremos lutando, sem medir esforços, para que casos como os de Julio César sejam cada vez mais comuns em nossa escola", disse.

 

=> Confira a galeria de imagens do evento