Você está aqui: Página Inicial > Campus > Caruaru > Notícias > Cibercrime foi tema de palestra no IFPE Caruaru

Notícias

Cibercrime foi tema de palestra no IFPE Caruaru

Momento foi promovido por Giovani Santoro, chefe de Comunicação Social da Polícia Federal em PE.
publicado: 08/09/2017 18h37 última modificação: 08/09/2017 20h40

Na última terça-feira (05), estudantes do IFPE campus Caruaru receberam instruções de prevenção contra crimes praticados na internet, também conhecidos como cibercrimes. O momento foi promovido por Giovani Santoro, chefe de Comunicação Social da Polícia Federal em Pernambuco, e integrou as ações preventivas praticadas pela PF junto à sociedade. Na ocasião, os alunos conheceram os cuidados necessários para não se tornarem vítimas da prática criminosa.

A palestra abordou o conceito de cibercrime e tratou de assuntos polêmicos como o episódio Baleia Azul, a intolerância nas redes sociais digitais e reforçou que o dever do respeitar os Direitos Civis. “Hoje em dia a internet não é mais terra de ninguém, temos profissionais especializados para combater e investigar crimes cibernéticos”, comentou Santoro, durante a apresentação.

Palestra Prevenção contra Cibercrimes

De acordo com chefe de Comunicação Social da PF, o objetivo dessas palestras que a Polícia Federal vem ministrando nas escolas, igrejas e clubes é passar uma informação preventiva para crianças, adolescentes, pais e professores. “Pessoas bem informadas estão mais protegidas. A gente evita o crime fazendo a parte preventiva”, afirmou Santoro.  

Para Raphaela Banks, diretora de Ensino do IFPE Caruaru, ações como essa são importantes para que o jovem tenha noção de que pode ser responsabilizado por suas atitudes na internet, além de esclarecer que as vítimas podem procurar ajuda para identificar e punir os criminosos. Jovens vítimas do cibercrime podem buscar a Gerência de Proteção à Criança e ao Adolescente (GPCA), a Polícia Civil ou a Polícia Federal para fazer denúncia e receber o acompanhamento profissional adequado.