Você está aqui: Página Inicial > Campus > Caruaru > Notícias > Estudante de Caruaru representou o IFPE no desafio “Meninas na Ciência”

Notícias

Estudante de Caruaru representou o IFPE no desafio “Meninas na Ciência”

Desafio reuniu 41 alunas dos Institutos Federais selecionadas para criar protótipos de experimentos que poderão ser usados em aulas do Ensino Médio.
publicado: 20/08/2018 09h53 última modificação: 20/08/2018 10h24

A aluna de Engenharia Mecânica do Campus Caruaru, Laianne Torres, participou do Desafio de Projetos Meninas na Ciência, de 7 a 11 de agosto, em Brasília. O desafio fez parte do Conecta IF e reuniu 41 alunas dos Institutos Federais de todo o país, selecionadas para criar protótipos de experimentos/equipamentos para serem usados em aulas do Ensino Médio. Laianne integrou a equipe responsável pela disciplina de Física, que desenvolveu um Circuito Físico composto por quatro estações, cada uma abordando os seguintes assuntos: atrito, densidade, plano inclinado e movimento circular uniforme. 

Laianne IFPE Caruaru Conecta IF 09.jpeg

O projeto criado pelas estudantes funciona como um tipo de game em que os alunos precisam responder perguntas relacionadas aos assuntos citados para fazer com que um carro complete todo o circuito. Trata-se de um carro seguidor de linha, programado para se movimentar por meio de sensores. As perguntas envolviam os elementos presentes no circuito como roda gigante, montanhas, carros, lagos, entre outros. O grupo elaborou os cards com as perguntas que deveriam ser feitas em cada subestação, além de uma cartilha explicando ao professor como aplicar o projeto em sala de aula. 

Nosso intuito foi mostrar aos estudantes que ingressam no primeiro ano do Ensino Médio que a Física está presente no cotidiano, fazendo com eles fiquem mais interessados pela disciplina”, comentou Laianne. Entre os materiais utilizados na construção do projeto estão garrafas peti, isopor, emborrachado, fita isolante, palitos de picolé, além de elementos da Física como Arduíno, baterias e módulo seguidor de linha. 

Para a estudante de Caruaru, participar do Desafio foi uma experiência enriquecedora. “Tivemos que usar a criatividade para construir o circuito, já que as ferramentas fornecidas eram produtos que não costumávamos utilizar. Além disso, também avançamos na questão do trabalho em equipe, pois eram várias personalidades e ideias diferentes num mesmo grupo, mas entramos num consenso unindo um pouco daquilo que cada uma tinha sugerido para o projeto”, destacou a estudante do IFPE. “Atuando em equipe, também aprendemos a administrar o tempo, se não tivéssemos dividido as tarefas não teríamos concluído o projeto em tempo hábil”, destacou. 

Do Laboratório ao Ensino Médio” foi o tema proposto pelo Desafio. No primeiro dia de evento houve a divisão dos grupos, foi informada a disciplina que cada um trabalharia e seus respectivos mentores. O mentor do grupo que a estudante do IFPE fez parte foi Francisco Fechine, professor do IFPB. No último dia os projetos foram apresentados aos participantes do evento e a um público externo formado por engenheiros, físicos e biólogos. Uma integrante de cada equipe irá expor os projetos durante a Semana de Produção Científica do IFB, que acontece em novembro.

*Fotos: arquivo pessoal e Diretoria de Comunicação Social IFB