Você está aqui: Página Inicial > Campus > Caruaru > Notícias > IFPE oferece curso Básico de Pintura de Obras a socioeducandos

Notícias

IFPE oferece curso Básico de Pintura de Obras a socioeducandos

É a terceira turma que o Campus Caruaru promove através de cooperação técnica com a Funase.
publicado: 22/01/2019 13h22 última modificação: 22/01/2019 13h36

Teve início nesta terça-feira (22) mais um curso de qualificação profissional resultado do acordo de cooperação técnica entre IFPE e Funase. Desta vez, quatro jovens do Centro de Atendimento Socioeducativo (Casem) estão participando do curso Básico de Pintura de Obras, com duração total de 128h. No Campus Caruaru, as turmas integram o projeto Reconstrução de Olhares, coordenado pela Divisão de Extensão. Esta é a terceira turma que o Campus oferece em parceria com a Funase.

Participaram da aula inaugural Márcia Silva, representando a Pró-Reitoria de Extensão; Elaine Rocha, diretora-geral do Campus Caruaru; Andrezza Moura, representando a Divisão de Extensão; Anabel Brandão, diretora do Casem; e Normando de Albuquerque, coordenador do Eixo de Profissionalização, Esporte, Cultura e Lazer da Funase.

Em sua fala, Márcia Silva reafirmou o compromisso do IFPE com a ressocialização e aproveitou o momento para passar uma mensagem aos jovens. “Queremos que vocês ampliem seus horizontes, que aprendam a vislumbrar um futuroCooperação técnica IFPE Funase.png promissor, afinal, são todos jovens, com muitas oportunidades pela frente. O Instituto é apenas uma etapa, a porta de entrada para aquilo que o mundo pode oferecer a vocês, através da educação, para que possam dar continuidade ao processo que começa hoje”, declarou. 

Para Elaine Rocha, apesar ser um curso de curta duração, a iniciativa tem um significado importante para os jovens. “Acreditamos que a ressocialização é possível, mas cabe a eles o esforço e determinação para que concluam o curso e mantenham a oportunidade aberta aos próximos socioeducandos”, comentou. A mesma ideia foi defendia por Anabel Brandão, ao afirmar que “as instituições buscam meios para garantir oportunidades a esses jovens ao mesmo tempo em que atribuem também a eles a responsabilidade de contribuir para resultados positivos desses projetos”.