Você está aqui: Página Inicial > Campus > Caruaru > Notícias > Coordenação de Políticas Inclusivas promove atividades no IFPE Caruaru

Notícias

Coordenação de Políticas Inclusivas promove atividades no IFPE Caruaru

Servidores aprenderam a manusear impressora braille e máquina fusora. Também houve uma apresentação de práticas exitosas.
publicado: 21/02/2018 19h06 última modificação: 21/02/2018 19h06

Servidores do IFPE Caruaru e de outros campi participaram, nesta quarta-feira (21), de treinamento para uso das impressoras braille, adquiridas para integrar os equipamentos dos Núcleos de Apoio às Pessoas com Deficiência (NAPNEs) do Instituto. A formação foi ministrada por Wellington Moreira, Técnico em Tecnologia da Informação do campus Garanhuns. O momento aconteceu no turno da manhã e foi direcionado a servidores envolvidos com a Assistência Estudantil, diretores de Ensino e gestores de Extensão.

Professora Suelen de Morais durante apresentação de experiências exitosas

As ações promovidas à tarde miraram o público docente do campus Caruaru. Na ocasião, a professora Suelen de Morais, do campus Afogados da Ingazeira, relatou sua experiência no ensino de disciplinas técnicas para estudantes com deficiência visual. A docente expôs aos presentes alternativas que encontrou para lecionar disciplinas como Eletricidade Básica, Eletrônica Digital, Comandos Elétricos Industriais e Acionamentos Eletroeletrônicos. 

Em seguida José Carlos, Revisor Braille, destacou a importância do trabalho em equipe, envolvendo os campi e a Coordenação de Políticas Inclusivas do IFPE. “Todo desafio metodológico tem uma solução, mesmo que não seja encontrada de imediato. O trabalho em conjunto facilita a identificação dessas soluções”, afirmou. 

Os participantes ainda conferiram o funcionamento da Máquina Fusora. As atividades foram promovidas pela Pró-Reitoria de Extensão, através da Coordenação de Políticas Inclusivas. Também participaram do momento Victor Wanderley, diretor de Extensão da Proext; Alaíde Cavalcanti, coordenadora de políticas inclusivas; e Andreza Wendel, Revisora Braille do campus Igarassu.