Você está aqui: Página Inicial > Campus > Caruaru > Notícias > Mobilidade estudantil e intercâmbio foram temas de palestra em Caruaru

Notícias

Mobilidade estudantil e intercâmbio foram temas de palestra em Caruaru

Ação foi promovida pela Arinter e contemplou estudantes de seis campi do IFPE.
publicado: 27/09/2017 16h39 última modificação: 27/09/2017 16h54

Nesta quarta-feira (27), a Assessoria de Relações Internacionais (Arinter) do IFPE promoveu palestra sobre mobilidade estudantil e intercâmbio. A ação aconteceu no campus Caruaru e teve a participação de representantes da Cultural Care Au Pair, Campus France Brasil e AIESEC. Foram duas rodadas de apresentações, a primeira para estudantes dos campi Belo Jardim, Caruaru e Pesqueira, e a segunda para Afogados da Ingazeira, Garanhuns e Vitória de Santo Antão.

Representando a Arinter, Ana Teresa defendeu que “a iniciativa visa fortalecer a interiorização da internacionalização”. A servidora também aproveitou o momento para destacar os cursos oferecidos pelos Centros de Libras e Línguas Estrangeiras (CELLE). “São oportunidades gratuitas que o Instituto oferece aos alunos e servidores para o aprendizado de outras línguas, refletindo em futuras oportunidades de internacionalização”, ressaltou. 

Mobilidade estudantil e intercâmbio

A exposição do Campus France Brasil, agência oficial do governo francês, trouxe possibilidades de estudo em cursos de graduação, especialização, mestrado e doutorado na França. Mariana Midori expôs informações sobre procedimentos de candidatura, pré-requisitos, bolsas de estudo, custo de vida e outros temas. Midori explicou como funciona o Ensino superior no país e apresentou as possibilidades de estudar em universidades públicas, escolas especializadas e outras instituições. 

Desenvolver habilidades de liderança foi a proposta de intercâmbio trazida pela AIESEC. Júlia Menezes apresentou o programa Voluntário Global, onde os participantes realizam projetos em ONGs para fortalecer o autoconhecimento, confiança e a capacidade de engajar e empoderar pessoas. “Trata-se de um intercâmbio que vai além da sala de aula, sendo direcionado ao mercado de trabalha, abordando questões como multiculturalidade, interdisciplinariedade, networking e liderança”, comentou. Já a Cultural Care apresentou um intercâmbio de baixo custo em que o participante vive com uma família americana e recebe uma remuneração semanal pelo trabalho desenvolvido como Au Pair, além de um valor para realizar cursos de seu interesse.