Você está aqui: Página Inicial > Campus > EAD > Notícias > Prorrogadas inscrições para Prêmio Naíde Teodósio

Notícias

Prorrogadas inscrições para Prêmio Naíde Teodósio

Interessados podem inscrever seus trabalhos até dia 15 de agosto; premiações chegam até R$20 mil
por publicado: 03/07/2017 00h00 última modificação: 06/07/2017 16h46

As inscrições para a 10ª Edição do Prêmio Naíde Teodósio de Estudos de Gênero foram prorrogadas até 15 de agosto. O prêmio, criado há 10 anos, vem contribuir na prevenção da violência de gênero através do processo de estímulo à produção científica nessa área.

Estudantes do ensino médio e técnico subsequente, graduação e pós-graduação e professores (as) do ensino médio e técnico subsequente fiquem atentos serão distribuídos até R$ 66,8 mil reais em prêmios. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo site: www.secmulher.pe.gov.br ou www.facepe.br. A Secretaria da Mulher de Pernambuco (SecMulher-PE) também disponibiliza o número 0800-2818187 da Central de Teleatendimento Cidadã Pernambucana para tirar dúvidas. A ligação é gratuita e pode ser feita de fixo ou celular.

 A instituição de ensino que apresentar o maior número de inscrições vai receber o Certificado de Mérito Institucional. As pessoas inscritas podem escolher uma das modalidades: Redação, Relatos e Projetos de Experiência Pedagógica, Artigos Científicos e Roteiros de Vídeos e Documentários. Todos voltados às questões de gênero. 

Os melhores trabalhos serão premiados com tablets, viagens para congressos nacionais e quantia em dinheiro, que pode variar de R$ 5 mil a R$ 20 mil. Do total de inscrições aceitas serão selecionadas até 20 redações que obtiverem melhor pontuação, sendo 10 redações de ensino médio e 10 de ensino técnico subseqüente. Também serão distribuídos seis tablets para premiar relatos e projetos de professores (as) do ensino médio e técnico subsequente.

 Para estudantes regularmente matriculados (as) em cursos de graduação reconhecidos pelo MEC, em Pernambuco, serão premiados até três artigos no valor de R$ 5 mil reais cada, concedidos pela SECTI. Para os estudantes dos cursos de pós-graduação nos níveis de especialização, mestrado ou doutorado, reconhecidos pelo CAPES, em Pernambuco, serão oito mil reais para cada um dos três premiados. Estudantes de graduação e pós-graduação podem também concorrer a um roteiro para documentário digital de curta metragem. A premiação para esta categoria é de R$ 20 mil reais para investir na produção de um vídeo documentário.

 A secretária da Mulher do Estado, Silvia Cordeiro, destaca que o prêmio estimula o debate sobre as relações de gênero no âmbito do ensino formal, bem como nas instituições governamentais por meio dos parceiros que organizam o Prêmio Naíde Teodósio junto com a SecMuher-PE. “Fomentar a produção teórica de gênero dentro das instituições de ensino é um dos nossos compromissos para construirmos uma sociedade mais justa e igualitária para todas as pessoas”, esclarece.

 O prêmio é realizado pela Secretaria da Mulher de Pernambuco (SecMulher-PE) em parceria com a Secretaria de Educação (SEE), a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (SECTI), a Secretaria de Planejamento e Gestão (SEPLAG), a Companhia Editora de Pernambuco (CEPE), a Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (FUNDARPE), Fundação Joaquim Nabuco (FUNDAJ) , o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (IFPE) e a Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco (FACEPE).

 

* FONTE: SECRETARIA ESTADUAL DA MULHER