Você está aqui: Página Inicial > Campus > Garanhuns > Notícias > Comissão de Combate ao Aedes mobiliza campus durante semana nacional de combate

Notícias

Comissão de Combate ao Aedes mobiliza campus durante semana nacional de combate

Professores e estudantes receberam informações sobre a necessidade de combate permanente ao mosquito
por publicado: 06/04/2016 15h00 última modificação: 06/04/2016 15h02

A Comissão Permanente de Combate ao Aedes Aegypti do Campus Garanhuns amplia sua atuação e realiza ações com discentes e docentes do Campus. De acordo com o cronograma estabelecido para 2016 a 2ª ação, realizada no último dia 29, contou com a participação dos membros e da servidora voluntária, Wiliene Souza, que realizaram a distribuição de material informativo para estudantes e professores.

Durante o horário de intervalo das aulas, no turno da manhã, houve a sensibilização de docentes e estudantes, como também, dos vendedores de alimentos localizados na área externa ao campus sobre a importância de ações permanentes de combate ao mosquito.

De acordo com a presidente da comissão, Mariana Pinheiro, durante a ação muitos depoimentos foram ouvidos sobre familiares picados e infectados pelo mosquito. “Recebemos o apoio de estudantes, professores e vendedores ambulantes que se localizam próximo ao campus, pois muitos são conhecedores da problemática e já tiveram parentes e amigos sofrendo com os efeitos de algumas das doenças causadas pelo Aedes”, relata.

Ainda de acordo com a presidente da comissão o relato do jardineiro do Campus, Jurandir José dos Santos, provocou o surgimento de uma nova ação. “O Sr. Jurandir relatou o problema do lixo descartado de forma inadequada pela ausência de coletores ao longo das passarelas, lixo este que permite o acúmulo de água e a proliferação do mosquito. Para sanar este problema estamos produzindo lixeiras ecológicas que serão disponibilizadas ao longo de todo o percurso”, explica Mariana.

Para a produção das lixeiras ecológicas, no mesmo padrão das criadas para o Parque Euclides Dourado, a comissão buscou o apoio da Prefeitura Municipal, via administração do Parque, que realizou doação de pneus e orientou a equipe do IFPE para a produção.

A proposta é que as lixeiras estejam disponíveis para o uso da comunidade acadêmica até a próxima sexta-feira (8), como uma das ações da semana nacional de mobilização de combate a Zika (Zika Zero).