Você está aqui: Página Inicial > Campus > Igarassu > Notícias > IFPE tem dois trabalhos entre ganhadores do Prêmio Naíde Teodósio

Notícias

IFPE tem dois trabalhos entre ganhadores do Prêmio Naíde Teodósio

As redações foram elaboradas por estudantes do Campus Igarassu; premiação acontecerá em março
por publicado: 14/01/2019 16h55 última modificação: 14/01/2019 16h55

O ano de 2019 já começa com motivos para comemoração: as estudantes Isadora Gabrielle Soares de Oliveira e Luana Linielle dos Santos, ambas do curso técnico em Logística ofertado no Campus Igarassu, estão entre as ganhadoras e ganhadores da 11ª edição do Prêmio Naíde Teodósio de Estudos de Gênero. A cerimônia de premiação deve ser realizada em março, no Teatro de Santa Isabel, no Recife.

=> Para conferir a lista das vencedoras e vencedores do Prêmio Naíde Teodósio, clique aqui.

As jovens concorreram na categoria redação, modalidade Ensino Técnico Subsequente, e apostaram em trabalhos com uma proposta de discussão que envolvia o papel da mídia. Isadora foi autora da redação intitulada A influência midiática na construção do gênero; já Luana inscreveu no Prêmio Naíde Teodósio o texto A influência midiática na construção de estereótipos acerca das mulheres.

O resultado demonstra não apenas o cuidado com a reflexão sobre temas contemporâneos e que interferem diretamente em questões relacionadas à mulher mas também aponta para o resultado do cuidado com que estas reflexões são feitas na instituição. De acordo com a professora de Língua Portuguesa Mari Soares, do Campus Igarassu, os estudantes interessados em participar do Naíde Teodósio têm a possibilidade de receber orientações extra classe.

“Nossa assistente social, Alane Dantas, fez algumas discussões sobre o tema. Eu, como professora de Português, orientei sobre a construção dos textos. Em edições anteriores, outra docente da unidade, Renata Queiroz também deu orientações sobre texto científico”, explicou Mari.

O reconhecimento dos trabalhos enviados pelas estudantes do Campus Igarassu se somam aos resultados obtidos pelo IFPE em edições anteriores do Prêmio Naíde Teodósio. Só em 2017, a instituição teve cinco trabalhos premiados: um na modalidade redação de estudante de Ensino Médio (Campus Belo Jardim), três na categoria redação de curso técnico subsequente (um do Campus Paulista e dois do Campus Igarassu) e um na modalidade projeto de experiência professoras/es técnico subsequente (do Campus Ipojuca).

No ano anterior, na modalidade redação de estudante de curso técnico subsequente, dois trabalhos do Campus Igarassu e dois trabalhos do Campus Paulista estavam entre os premiados. Já em 2015, o artigo científico de pós-graduação feito por estudante da especialização em Gestão Pública, na modalidade Educação a Distância, foi o representante do IFPE entre os premiados. E em 2014, outras duas redações produzidas por estudantes de curso técnico subsequente do Campus Recife e uma redação, na mesma modalidade, feita por estudante do Campus Caruaru, também foram premiados.

=> Para conferir quais trabalhos do IFPE foram premiados nas edições anteriores do Prêmio Naíde Teodósio de Estudos de Gênero, clique aqui.  

PRÊMIO | O prêmio Naíde Teodósio de Estudos de Gênero é realizado pela Secretaria da Mulher de Pernambuco (SecMulher-PE) em parceria com a Secretaria de Educação (SEE), a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (SECTI), a Secretaria de Planejamento e Gestão (SEPLAG), a Companhia Editora de Pernambuco (CEPE), a Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (FUNDARPE), Fundação Joaquim Nabuco (FUNDAJ), o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (IFPE) e a Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco (FACEPE).