Você está aqui: Página Inicial > Campus > Ipojuca > Notícias > Áreas de Ensino, Pesquisa e Extensão exibem trabalhos na SNCT

Notícias

Áreas de Ensino, Pesquisa e Extensão exibem trabalhos na SNCT

A Semana de Ciência e Tecnologia reuniu trabalhos e atividades conduzidas por estudantes, entre os dias 16 e 18 de outubro
por publicado: 24/10/2018 16h07 última modificação: 26/10/2018 10h34

Organizados em grupos de pesquisa e extensão, ou orientados por professores em sala de aula, estudantes do Campus Ipojuca protagonizaram muitas atividades da 10ª edição da Semana de Ciência e Tecnologia, que ocorreu entre os dias 16 e 18 de outubro.

Tainá Natália e Wagner Oliveira, estudantes do curso técnico em Química apoiados pelo Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC), apresentaram um método de tratamento de efluentes que vêm sendo aprimorado durante o ano, sob orientação da professora Paula Barone. “Estamos procurando formas de reduzir a formação de resíduos nos processos industriais”, explicou Tainá, a um público de estudantes da rede estadual em Ipojuca. “Vocês futuramente podem estar aqui e dar continuidade a essa pesquisa; de maneira nenhuma é algo fora de seu alcance”.

Diversos trabalhos de estudantes pesquisadores e extensionistas foram apresentados em em stands e exposições, durante a Mostra Científica da Semana, e também em atividades específicas planejadas durante a programação. Os licenciandos Danilo Alves e Kelvis Conrad, por exemplo, trouxeram um modelo de horta hidropônica montada com canos de PVC e uma bomba de água. “A hidroponia permite o cultivo de diversos vegetais com pouca exposição a pragas, dispensando agrotóxicos, em pequena ou larga escala. Montamos um modelo caseiro, em pouco espaço, porque achamos que é uma possível solução tecnológica para garantir vegetais de qualidade a baixo custo”, explicou Danilo.

SNCT_Trabalho Estudantes52.jpgO custo acessível também foi a preocupação do segundo módulo de Automação Industrial, que desenvolveu diversos sistemas de medição de nível da caixa d´água, a fim de auxiliar as famílias no controle do consumo de água. “Fizemos vários sistemas, mecânicos e elétricos, para serem empregados de acordo com a necessidade de cada casa. O custo de cada um varia de R$ 15 a R$ 40”, explicou o professor Cleonildo Braga, que orientou os trabalhos.

Nelândia Nayara, professora da Escola Estadual Domingos Albuquerque, acompanhou turmas do Ensino Médio durante a visita à Semana de Ciência e Tecnologia. “Todos os trabalhos que vi aqui se propõem a resolver um tipo de problemática da sociedade ou da vida das pessoas, e traz contribuições efetivas para usas áreas de atuação. Fiquei muito impressionada”, ela disse.

SNCT_Mostra Cientifica17.jpgGINCANAS E INTERATIVIDADE – A ludicidade também foi elemento presente em diversos trabalhos conduzidos por estudantes do Campus. O projeto de extensão “Química Lúdica”, que durante o ano monta oficinas interativas, mobilizou diversos visitantes em experimentos e jogos (veja mais).

Também as turmas do curso de Licenciatura em Química propuseram atividades lúdicas em torno do tema da Semana Nacional de Ciência & Tecnologia este ano (“Ciência para a Redução das Desigualdades”). Licenciandos organizaram, por exemplo, uma oficina de artesanato sustentável, com a reutilização e reciclagem de materiais, e o quiz “Uma viagem no tempo da tecnologia”, que expôs uma série de eletrônicos e eletrodomésticos antigos e discutiu seu impacto na melhoria dos padrões de vida. Ambos os trabalhos foram desenvolvidos em sala de aula, como parte das disciplinas da área de Pedagogia.

Na mesma linha da ludicidade, estudantes de Automação Industrial empregaram a tecnologia do arduíno para o desenvolvimento de um piano feito com latinhas de refrigerante e de um “robô goleiro”, que usa sensores de movimento para defender chutes a gol. Este último foi o preferido do estudante José Francisco, que estuda Automação e ficou satisfeito com a atenção que o robô atraiu durante a Mostra Científica. 

Veja aqui todas as fotos da SNCT 2018.