Você está aqui: Página Inicial > Campus > Ipojuca > Notícias > NEABI do campus Ipojuca indica lista de filmes sobre povos indígenas

Notícias

NEABI do campus Ipojuca indica lista de filmes sobre povos indígenas

O Núcleo busca convidar a comunidade a aprender com e sobre esses povos
por publicado: 29/04/2020 17h32 última modificação: 29/04/2020 17h32

Em homenagem ao Abril Indígena, o Núcleo de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas (NEABI) do campus Ipojuca preparou uma lista de filmes e documentários sobre a cultura, a tradição e a luta dos povos indígenas.
Confira a seleção dos vídeos que são facilmente acessíveis pela internet e que permitem uma verdadeira imersão no universo desses povos.

Antes da Chuva
Na região da bacia do Xingu, a expansão do agronegócio tem causado sérios impactos na vida de agricultores e indígenas. Uma das consequências mais graves são as mudanças ambientais que impactam todas as formas de subsistência local. O documentário acompanha a rotina dos jovens Anderson, Milene, Oreme e Tawa que desvendam como a vida de suas famílias e de suas comunidades têm sido afetadas e o trabalho que se tem feito na tentativa de minimizar os efeitos dessas mudanças.

Ehcimakî Kirwañhe: um debate na saúde Indígena
Este curta traz para a tela a discussão sobre a estruturação e o funcionamento da rede de saúde indígena no oeste do Pará, na região do Mapuera. Participam do documentário diferentes interlocutores, agentes indígenas de saúde, profissionais da Casa de Apoio à Saúde Indígena, sanitaristas e outros profissionais do Sistema Único de Saúde. A partir do olhar proposto pela Política Nacional de Humanização da Assistência em Saúde, apresenta reflexões e diálogos sobre o uso da medicina tradicional, a produção da demanda pelo serviço de saúde indígena e a relação com a diferença.

O sonho de Eder
Filmado no estado do Mato Grosso, conta a história de Eder Aponodepá, jovem estudante de Administração da UFMT e indígena umutina. O povo Umutina, dizimado pelos ataques e doenças decorrentes do contato no início do século XX, busca resgatar suas raízes e reconstruir sua cultura - ponto importantíssimo na vida do personagem. No entanto, a falta de alternativas de subsistência nos faz encontrar uma aldeia um tanto esvaziada, e a forte influência da religião evangélica prejudica a manutenção e resgate da cultura, trazendo uma certa melancolia ao sonho de Eder.

Belo Monte, Anúncio de uma Guerra
O documentário registra os danos sociais e ambientais ocorridos nos arredores do rio Xingu, onde fica localizada a usina hidrelétrica de Belo Monte, em Altamira. A comunidade indígena teve hábitos, cultura e ecossistema desestruturados devido à mega construção.

Aldeinha: (Re)existindo
O documentário "Aldeinha: (re)existindo" pretende mostrar aquilo que não é visto por todos. Como a educação está presente nessa Aldeia localizada em Anastácio - MS? Como os indígenas percebem a importância de sua língua Terena? Qual a importância de ter uma escola dentro da aldeia? Quais são as condições da escola para atender seu público - em grande parte indígena? Sem buscar culpados, nem mesmo encontrar vítimas, pretende-se através deste documentário, mostrar a realidade, para alguns nua, para outros crua.

O Brasil Grande e os Índios Gigantes
O documentário de Michiles narra a saga da tribo Krenakarore e retrata a violenta mudança no destino dos índios após seu contato com os "homens brancos". Ainda é possível ver depoimentos do antropólogo Darcy Ribeiro, do economista Roberto Campos, do ex-presidente da Funai General Ismarth de Araújo, de indigenistas e jornalistas. Falam também os sertanistas Orlando e Cláudio Vilias-Boas, os primeiros brancos a entrarem em contato com os Krenakarore, que relatam sua busca aos índios e posteriores esforços para preservá-los.

Visita à aldeia Guarani
Um grupo de índios Guarani vive um conflito com o governo do Estado de São Paulo ao se instalar no interior de um Parque Estadual no Vale do Ribeira, uma das regiões mais preservadas da Mata Atlântica do país.

Filhos de guerreiros
Produzido através do projeto "Amazônia Resiste", da Agência Pública (apublica.org), o filme retrata a realidade de jovens da etnia Kayapó. Filmado em Colíder - MT e na aldeia Piaraçu (Parque Indígena do Xingu), tem como principais entrevistados os descendentes das lideranças da etnia, Beptuk Metuktire (neto do Cacique Raoni Metuktire) e Matsipaya e Mayalu Txucarramãe (filhos do Cacique Megaron Txucarramãe). Aborda as principais questões da juventude indígena urbana, como o racismo e o bullying, o sonho de voltar a viver na aldeia, e também o conflito de gerações entre jovens e velhos guerreiros.

Vale dos Esquecidos
Vale dos Esquecidos é um documentário de longa-metragem que retrata o conflito por terras em uma remota região do Mato Grosso, onde a violência e o fogo defendem os interesses de grupos rivais: índios expulsos do seu lugar de origem, posseiros em busca de um pedaço de terra, grileiros invadindo terras ilegalmente, sem-terra esperando as decisões do governo e fazendeiros brigando para manter suas propriedades. Um relato sobre o desejo intrínseco do humano pela posse da terra, um retrato sobre a vida na Amazônia, uma obra que conta a história de um pedaço do Brasil em luta contra si mesmo.

Tupinambá - O Retorno da Terra
Tupinambá da Serra do Padeiro (sul da Bahia, Brasil) pela recuperação de sua terra. Há dez anos os indígenas esperam a conclusão do processo demarcatório. Nesse quadro, vêm realizando ações conhecidas como retomadas de terras, recuperando áreas que estavam em posse de não-indígenas. Por essa razão, têm sido alvos de criminalização e ataques violentos. No filme, a história de expropriação e resistência dos Tupinambá – que se entrelaça ao avanço da fronteira agrícola no final do século 19, à ascensão dos coronéis de cacau e ao reconhecimento dos direitos territoriais indígenas pela Constituição de 1988 – é narrada segundo a perspectiva dos indígenas, para quem a terra pertence aos encantados, as entidades mais importantes de sua cosmologia.

Estratégia Xavante (disponível na plataforma Videocamp)
Documentário sobre a estratégia desenvolvida pelo povo Xavante na tentativa de tomar conta de seu território e manter sua tradição com autonomia. O filme foi construído através das histórias pessoais dos jovens índios que foram estudar os costumes dos brancos nas grandes cidades com objetivo de se tornarem interlocutores de seu povo. Depoimentos emocionantes contam como esse povo consegue manter sua cultura e seu espaço nesse mundo dos brancos. (86 min)

Amazônia Eterna (disponível na plataforma Videocamp)
O filme Amazônia Eterna expõe grandes equívocos e aponta possíveis caminhos para que a humanidade passe a enxergar a maior floresta tropical do mundo em suas várias camadas: social, política e econômica. Porque sim, nós podemos traduzir o valor da floresta em cifras, mas não sem ignorar sua manutenção e equilíbrio. A floresta deve ser sustentável enquanto ecossistema e, principalmente, enquanto negócio. No filme, esta equação desafiadora é discutida por empresários, políticos, ambientalistas, economistas e populações indígenas e ribeirinhas – estes últimos os guardiões de modelos milenares de exploração da floresta sem impactos ambientais, herdeiros da generosidade da natureza, mas excluídos das estatísticas e políticas públicas básicas. (79 min)

Terra Vermelha
A partir do suicídio de duas meninas Guarani-Kaiowá, o filme Terra Vermelha aborda os conflitos de terra, cultura e poder que enfrenta a comunidade indígena no Mato Grosso do Sul, e da ameaça de desaparecimento de seu povo.

Guerras do Brasil.Doc - episódio1
Série que apresenta novas pesquisas compiladas em documentário explicando sobre o mundo ameríndio pré-colonial. Também trata dos africanos escravizados e dos descendentes.