Você está aqui: Página Inicial > Campus > Ipojuca > Notícias > Palestra sobre crise e sustentabilidade dá início à Semana do Meio Ambiente

Notícias

Palestra sobre crise e sustentabilidade dá início à Semana do Meio Ambiente

Amaro Fernandes, diretor de fiscalização do IBAMA no Estado, falou aos estudantes sobre o tema da VII Semana do Meio Ambiente: oportunidades em tempo de crise
por publicado: 20/06/2016 20h58 última modificação: 22/06/2016 14h58

Começou nesta segunda-feira (20) a sétima edição de Semana do Meio Ambiente do IFPE-Campus Ipojuca. A Semana proporciona a estudantes do Campus e à comunidade externa a oportunidade de participar de palestras, minicursos e atividades sobre sustentabilidade.

Este ano, o tema da Semana de Meio Ambiente é: Produção e Consumo Sustentáveis – Oportunidades em Meio à Crise Econômica. A programação segue até a próxima quarta-feira (22).

Consulte a programação da VII Semana do Meio Ambiente do Campus Ipojuca.

Pela manhã, teve início o minicurso “Obtenção de biodiesel a partir do óleo residual de fritura: teoria e prática”, resultado do trabalho de da professora Juliana Yanaguizawa Lucena e dos estudantes Carlos Nunes Santana, Ewerton Ribeiro e Gilberto Guaraná, pesquisadores de iniciação científica.

No fim da tarde, ocorreu a cerimônia de abertura. O Núcleo de Arte e Cultura do Campus Ipojuca apresentou a montagem “Chico, o menino do mangue”, inspirada na obra de Chico Science. A cerimônia contou com apresença do diretor de Extensão do IFPE, Vitor Wanderley, representando a reitora Anália Ribeiro; do diretor-geral do Campus Ipojuca, Enio Camilo de Lima; e também dos diretores de Extensão, Pesquisa & Inovação e Administração do Campus – Guilherme Amorim, Viviane Lucy e Francisco Neto. 

Palestra: crise e oportunidades

Amaro Cezar Araújo Fernandes, diretor de fiscalização do IBAMA em Pernambuco, ofereceu a palestra inaugural da Semana do Meio Ambiente a estudantes do Campus.

O convidado escolheu falar sobre o tema da semana: “Momentos de crise sempre encerram oportunidades, e hoje vivemos uma crise econômica e também uma crise ambiental”, ele disse. “Uma garrafa, PET, por exemplo, custa centavos para o consumidor final. Mas qual o custo de despoluir um ambiente do plástico descartado? Toda a sociedade paga a conta quando os custos ambientais não são levados em conta no processo de produção”.

Guilherme Amorim, diretor de Extensão do Campus e coordenador do evento, convidou os estudantes a aproveitarem ao máximo a Semana do Meio Ambiente. “Estamos em uma região industrial, mas também próximos de diversas áreas de preservação. Alguns cuidados já temos, mas certamente precisamos aprender mais sobre consumo e produção sustentáveis”.