Você está aqui: Página Inicial > Campus > Olinda > Notícias > Prêmio Jovem Cientista recebe inscrição a partir do dia 29 de janeiro

Notícias

Prêmio Jovem Cientista recebe inscrição a partir do dia 29 de janeiro

São oferecidos R$ 700 mil em prêmios, incluindo laptops e bolsas de estudo e pesquisa
por publicado: 25/01/2018 14h52 última modificação: 25/01/2018 14h52

Começam no dia 29 de janeiro as inscrições para a 29ª edição do Prêmio Jovem Cientista, que tem como tema Inovações para Conservação da Natureza e Transformação Social. São oferecidos mais de R$ 700 mil em prêmios, incluindo laptops e bolsas de estudo e pesquisa, em categorias como Ensino Médio, Superior, e Mestrado e Doutorado.

O prêmio dá reconhecimento público à criatividade e capacidade de inovação do
jovem brasileiro. Os trabalhos devem ser entregues até 31 de julho de 2018 no site www.jovemcientista.cnpq.br

As pesquisas de Estudantes do Ensino Médio devem abordar uma das seis linhas de pesquisa:
1. Comunicação e mobilização para a valorização de áreas protegidas;
2. Empreendedorismo e soluções locais para a conservação e o uso sustentável da natureza;
3. Inovações para a conservação da natureza e o uso sustentável no ambiente escolar;
4. Práticas inovadoras em educação ambiental e conservação da natureza;
5. Tecnologias digitais para a conservação da natureza
6. Tecnologias digitais para transformação social.

No site  é possível encontrar mais detalhes sobre o concurso, um Guia do Jovem Científico e conjunto de webaulas que apoiarão os alunos e professores que quiserem participar do Prêmio. O material pode ser utilizado individualmente ou em conjunto pelo professor em suas aulas incentivando que cada aluno participe com uma ideia.

O Prêmio foi instituído pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), em 1981, com o objetivo de estimular novos talentos da ciência, investindo em estudantes e pesquisadores que buscam soluções para os grandes desafios brasileiros. Premia em diferentes categorias do ensino superior e também no ensino médio, onde nosso foco principal é estimular os jovens a fazer ciência e contribuir com o entendimento do que é fazer um trabalho científico com metodologia e rigor, preparando o caminho para a universidade.