Você está aqui: Página Inicial > Campus > Paulista > Notícias > Campus Paulista tem projeto aprovado em articulação Pró-Brumadinho

Notícias

Campus Paulista tem projeto aprovado em articulação Pró-Brumadinho

por publicado: 17/04/2020 13h00 última modificação: 17/04/2020 13h12
No dia 25 de janeiro de 2019, ocorreu a ruptura da barragem da Mina Córrego do Feijão, na cidade de Brumadinho-MG, que resultou em mais de 250 mortes e na contaminação do Rio Paraopeba. Esse desastre industrial e humanitário mobilizou a comunidade científica com o objetivo de acompanhar os impactos causados ao meio ambiente naquela região.

Através do uso de tecnologias de gestão, a iniciativa "Mover-se na Web -  Articulação Pró-Brumadinho"que conta com o apoio do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), por meio da Secretaria de Empreendedorismo Inovação (SEMPI), e da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), abriu uma chamada pública para apresentação de projetos.

Desde o lançamento da chamada, em 11 de dezembro de 2019, o Centro de Estudos sobre Tecnologias Web (Ceweb.br) recebeu 26 propostas de projetos para a iniciativa. A chamada pública foi direcionada a estudantes de graduação, pós-graduação e empreendedores e tem como objetivo apoiar a cidade de Brumadinho (MG) auxiliando os habitantes da cidade a encontrarem alternativas econômicas ou mitigar os problemas sociais causados pela tragédia de 2019.

Aprovação - Nesta semana saiu o resultado do processo seletivo e entre os cinco projetos aprovados consta  um submetido pelo professor e coordenador do curso de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas (ADS) do IFPE Paulista, Rodrigo Cesar Lira, com o título “Sistema de Monitoramento em Tempo Real de Qualidade de Água de um Rio”. Segundo Rodrigo, essa será uma oportunidade para que os dois alunos ligados ao projeto possam pôr em prática os conhecimentos adquiridos com o curso tecnológico, prestando assim um serviço importante para moradores da região afetada que têm no rio uma fonte de renda comprometida pela tragédia.

Todos os participantes do projeto receberão um treinamento em empreendedorismo e tecnologias web para elaborarem o detalhamento da ideia e a construção do protótipo. As propostas aceitas ainda receberão um auxílio por um período de 12 meses.
Confira AQUI as demais propostas aprovadas.