Você está aqui: Página Inicial > Campus > Recife > Notícias > Cerimônia de entrega das medalhas das Olimpíadas Científicas é realizada no Campus

Notícias

Cerimônia de entrega das medalhas das Olimpíadas Científicas é realizada no Campus

Evento premiou 47 estudantes em quatro competições diferentes
por publicado: 07/11/2019 17h38 última modificação: 07/11/2019 17h40

Os medalhistas das Olimpíadas Brasileiras e Pernambucanas (de Astronomia, Física e Foguetes) receberam na última terça (5) as medalhas referentes às disputas. O evento aconteceu na sala de Astronomia do Campus e reuniu discentes de diferentes cursos. Ao todo, foram conquistadas 15 medalhas na Olimpíada Nacional e 32 nas Pernambucanas. As estudantes Brenna de Lyra, do Curso Técnico em Edificações e Ana Letícia Pereira, discente de Química Industrial obtiveram nota máxima na Olimpíada Brasileira de Astronomia (OBA).

No Campus, 50 estudantes se inscreveram na Olimpíada Pernambucana de Astronomia e outros 50 na Brasileira, 25 participaram da Olimpíada Pernambucana de Física e mais 15 na Olimpíada Pernambucana de Foguetes.

O número de inscrições da edição 2019 das Olimpíadas Pernambucanas (organizadas pelo IFPE) foi bateu recorde. Cerca de 10 mil estudantes realizaram as provas científicas. Na competição nacional (a Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astrofísica, OBA) o destaque para o Campus Recife é geral, como a instituição de ensino mais premiada e que acumula medalhas nas etapas nacionais, latino-americanas e mundiais.

Para Ana Letícia Pereira, a obtenção da nota máxima da OBA só credencia ainda mais a instituição de ensino e os profissionais. “A conquista foi surpreendente e muito importante, pois em dez anos, foi a primeira vez que o Instituto recebeu nota 10. Sabemos da dificuldade e isso confirma a dedicação dos professores em nos passar o conteúdo”, celebra.

Guilherme Pereira, coordenador do núcleo de Física e Astronomia do Campus, valoriza a organização e realização das olimpíadas. “É mais uma forma de despertar o interesse dos estudantes pela área. Serve de preparação e é bastante gratificante para nós”, exalta.