Você está aqui: Página Inicial > Campus > Recife > Notícias > Conhecimento que cruza oceanos

Notícias

Conhecimento que cruza oceanos

Egresso de Saneamento divide sua história de sucesso profissional em Angola
por publicado: 17/08/2018 11h03 última modificação: 21/08/2018 08h03

Quando Edevaldo Ramos era um estudante de Saneamento do então Centro Federal de Educação Tecnológica de Pernambuco (Cefet-PE) em 2004, não tinha ideia de que sua carreira profissional seria construída em grande parte do outro lado do oceano, mais precisamente em Angola. É lá que, desde 2012, o egresso vem desenvolvendo atividades na área de urbanização, saneamento e meio-ambiente. “Tudo que sei aprendi aqui nessa instituição, não precisei fazer outro curso, ou uma faculdade, mestrado, doutorado, nada. O que essa escola me ensinou é a minha profissão”, diz com orgulho o ex-aluno.

Foi para ouvir essa experiência que estudantes e professores do curso de saneamento se reuniram na tarde da última quinta (16). “O objetivo é mostrar que a nossa profissão tem muito potencial e, sobretudo, uma responsabilidade social muito grande”, explicou o professor Clifford Ericsson, organizador do encontro e uma das principais referências de Edevaldo em seu tempo escolar. Para o agora consultor em meio-ambiente, a experiência no IFPE foi fundamental para a profissão que tem agora e na palestra pôde mostrar um pouco de sua trajetória, que começou como estagiário na Compesa, em 2004. “Em cada lugar que passei, aprendi coisas valiosas”, disse.

A experiência em Angola foi o ponto mais aguardado do encontro. Edevaldo falou dos desafios técnicos (a falta de saneamento básico afeta mais de 27 milhões de pessoas na África, segundo dados da ONU) e culturais. Sobre esse último, o egresso citou a convivência com pessoas de diferentes nacionalidades e estilos de vida. “Trabalhar no exterior é uma mudança que requer muita força de vontade, você precisa estar disposto a aprender tudo”, resume. Presente no encontro, o diretor-geral do Campus Marivaldo Rosas enfatizou a importância de encontros com egressos: “Antes de qualquer coisa, o professor é um torcedor dos seus alunos. Ver as conquistas deles é sempre uma grande alegria”, resumiu. Depois da palestra, os estudantes tiraram dúvidas sobre as oportunidades de trabalho para egressos de Saneamento no continente do outro lado do Atlântico. Se depender de Edevaldo, muitas histórias de sucesso serão contadas em breve.

Saiba mais sobre o curso de Saneamento e Meio Ambiente aqui.

E você? É também um egresso do Campus Recife e tem uma boa história para contar? Conhece alguém que se formou no Campus (pode ser de qualquer período: da Escola Técnica ao IFPE)? Entra em contato com a gente: ascom@recife.ifpe.edu.br que queremos te escutar.