Você está aqui: Página Inicial > Campus > Recife > Notícias > IFPE-Campus Recife celebra 107 anos

Notícias

IFPE-Campus Recife celebra 107 anos

Evento reuniu a comunidade acadêmica e ressaltou o papel da instituição no cenário educacional
publicado: 23/09/2016 13h37 última modificação: 13/10/2016 10h02

No dia em que o IFPE-Recife celebra 107 anos de existência, a comunidade se reuniu para homenagear a instituição e sua história. No encontro, além do propósito da comemoração, uma reflexão sobre o papel fundamental que o campus desempenha no cenário educacional local e nacional. A solenidade de comemoração, que aconteceu na manhã desta sexta-feira (23), se deu primeiramente no auditório, onde representantes da instituição se reuniram.

Ausentes devido à participação na programação da Reunião dos Dirigentes das Instituições Federais de Educação Profissional e Tecnológica (Reditec), o diretor-geral Marivaldo Rosas e a reitora Anália Ribeiro, fizeram questão de deixar uma mensagem, em que apontaram para o legado da instituição. “O Campus Recife tem uma importância estratégica para o IFPE, é um campus, cuja história conta, também, a história da educação em Pernambuco e no Brasil”, resumiu a reitora. Já Marivaldo enfatizou o caráter humano da instituição, como um espaço onde as pessoas constroem seus sonhos e objetivos. “Somos mais do que uma construção de paredes, somos um lugar para as pessoas e seus projetos de vida”, disse.

Depois da projeção das mensagens, os participantes da mesa de honra também puderam fazer suas homenagens ao Campus. Representando a reitora e o diretor-geral, respectivamente, as professoras Carolina Belo e Rosana Teles mostraram que, mais do que comemorar, era preciso também refletir sobre a educação. “Cada aniversário do Campus é uma oportunidade para recomeçarmos e valorizarmos a educação”, resumiu Carolina. Também presentes à mesa, estavam o diretor de Ensino, Ozias Ferreira, e o diretor de Pesquisa e Extensão, Rogério Arruda.

Após as solenidades, foi a vez da parte festiva da programação. No pátio, a comunidade pôde assistir à apresentação do grupo Luz e Vida, que mostrou um pouco da cultura cigana. O parabéns veio logo em seguida e todos puderam cantar o “parabéns pra você”, em torno do já tradicional bolo de aniversário.