Você está aqui: Página Inicial > Campus > Recife > Notícias > Professor recebe bolsa de produtividade pelo CNPq

Notícias

Professor recebe bolsa de produtividade pelo CNPq

Álvaro Ochoa, do curso de Refrigeração, é o primeiro do IFPE a atingir o feito
por publicado: 07/05/2020 19h07 última modificação: 16/05/2020 14h14

O professor e pesquisador Álvaro Ochoa é o primeiro docente do IFPE selecionado como bolsista de produtividade pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Encargo de grande relevância no âmbito de pesquisa acadêmica, o professor conquistou a bolsa após duas tentativas. Para concorrer a umas das vagas, um grande reconhecimento ao trabalho de investigação, é necessário participar de uma seleção pública anual promovida pela plataforma Carlos Chagas, do CNPq. Nesse processo, são levados em consideração vários aspectos da carreira acadêmica dos candidatos bem como o potencial de impacto da pesquisa proposta. Ochoa permanecerá como bolsista no período de três anos, tempo hábil para desenvolver o seu projeto.

A proposta aprovada é intitulada “Estudos Aplicados de Refrigeração Mecânica e por Absorção em Sistemas Energéticos de Cogeração e Trigeração: Configurações e Otimizações de Chiller de Refrigeração em Sistemas e Processos de Refrigeração e Climatização”. O objetivo da pesquisa é a busca por componentes alternativos de refrigeração que permitam um melhor rendimento energético e financeiro, por meio de combustíveis alternados, refrigerantes naturais e sintéticos, entre outros elementos, para geração simultânea de eletricidade, frio e calor de forma inteligente. “A escolha do tema foi devido à área de pesquisa na qual venho trabalhando desde o mestrado, referida à cogeração, refrigeração e agora a inclusão de não fluidos”, explica o pesquisador.

Formado em Engenharia Mecânica pela Universidad del Zulia, na Venezuela (2001), mestre em Processos e Sistemas Térmicos na Universidade Federal de Pernambuco (2010), Ochoa é doutor na área de Energia em Engenharia Mecânica também pela UFPE (2014) e realizou pesquisa de pós-doutorado na área de Engenharia Mecânica pela Universitat Rovira i Virgili, na Espanha (2016). Álvaro, que chegou, em 2012, ao Campus Recife, tem composto, desde então, o quadro de docência da Instituição. Ele faz questão de agradecer a todos que o auxiliaram no projeto e o incentivaram. “Ressalto a colaboração dos meus parceiros do Campus, entre eles, os grupos de pesquisa de Energia (Mecânica), Leman (Química) e STFMi (Refrigeração e Climatização), e todos que, de alguma forma, facilitam e incentivam a pesquisa aplicada para o bem do IFPE e de toda a sociedade”, destaca.

O fato de ser o primeiro docente do IFPE a receber a Bolsa de Produtividade enche o profissional de orgulho, por todo o trabalho dedicado ao longo dos anos. “Estou muito feliz porque é um reconhecimento do esforço e dedicação na pesquisa aplicada no Brasil, principalmente para nosso estado de Pernambuco”. A diretora de Pesquisa e Pós-Graduação (DPP) do Campus, Sofia Brandão, também comemora a seleção do professor e analisa o impacto da conquista para o Campus e para outros profissionais. “Significa que já estamos atingindo um patamar de pesquisa elevado. Um sinal de que outros pesquisadores do IFPE estão trilhando caminhos semelhantes. Temos 15 anos de pesquisa na Instituição. Então é uma conquista muito esperada. Parabenizamos o professor Ochoa”, conclui.