Você está aqui: Página Inicial > Campus > Recife > Notícias > Projeto do IFPE incentiva o desenvolvimento de habilidades socioemocionais nas escolas

Notícias

Projeto do IFPE incentiva o desenvolvimento de habilidades socioemocionais nas escolas

O “Conecte-se: Pensando, Agindo e Sentindo”, que atinge cerca de 300 estudantes, foi idealizado por professora do Campus, em parceria com a UFPE e a EREM Olinda
por publicado: 25/04/2017 14h51 última modificação: 25/04/2017 15h40

A discussão em torno das novas habilidades essenciais na Base Nacional Comum Curricular (BNCC) despertou a necessidade de estimular a melhoria de relacionamentos dentro da escola e o desenvolvimento de habilidades socioemocionais por meio de reflexões e práticas pedagógicas. Com este objetivo, surgiu o projeto de extensão “Conecte-se: Pensando, Agindo e Sentindo”, realizado por professores e estudantes de Design Gráfico do Campus Recife, em parceria com a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e um grupo de professores da Escola Estadual de Referência em Ensino Médio (EREM) Olinda. Todos são participantes do Grupo de Estudos e Pesquisa em Habilidades Socioemocionais e Valores na Educação (GHSEV).

Orientado pela professora do Campus Recife Eugênia de Paula Benício e pela docente da UFPE Mariana Arantes, o projeto foi desenvolvido em 2015 e aplicado, em 2016, com os alunos da EREM Olinda. O objetivo era explorar o potencial dessa área na divulgação de atividades socioemocionais (como autoconhecimento, autogestão, consciência social, habilidades relacionais, etc.), realizadas com os discentes do ensino médio.

“O Conecte-se estimula docentes e estudantes a terem mais consciência de ligação entre sentir, pensar e agir e suas conseqüências. Isso faz muita diferença, porque, muitas vezes por não conseguirem compreender e controlar os próprios impulsos, em um ambiente tão efervescente como a escola, as pessoas acabam gerando conflitos e desgastes nas relações”, explica a professora Paula Benício.

Na prática, por meio de atividades como rodas de diálogo, dinâmicas, dramatizações, debates, exposições orais, produção de cartazes e vídeos, trabalha-se o autoconhecimento, a autogestão das emoções, a consciência social, as habilidades relacionais e a tomada de decisão responsável. O Design se insere no processo com a criação de cartazes e panfletos. Os estudantes do curso além de definiram uma identidade visual para o projeto, também produzem o material pedagógico.

Através do incentivo ao desenvolvimento de tais habilidades socioemocionais, o “Conecte-se” surge como uma alternativa para melhorar os relacionamentos dentro da escola, entre professores e alunos e entre os próprios jovens, e combater conflitos e casos de violência no ambiente escolar, como o Bullying por exemplo. O projeto tem previsão de término no fim de 2018, sempre realizado na EREM Olinda, que atualmente conta com a participação de 300 alunos.