Você está aqui: Página Inicial > Campus > Recife > Notícias > Sala Verde Chico Science abre as portas para a comunidade

Notícias

Sala Verde Chico Science abre as portas para a comunidade

Cerimônia de inauguração foi marcada por debates sobre meio ambiente
por publicado: 27/09/2018 10h36 última modificação: 27/09/2018 10h36

Comunidade acadêmica do Campus Recife se reuniu na noite da última terça (25) para uma celebração importante: a inauguração da Sala Verde Chico Science. O projeto, apoiado pelo Ministério do Meio Ambiente e desenvolvido pelos professores do curso de Gestão Ambiental, será uma forma de integrar as ações de educação ambiental no Campus e nas relações com a comunidade. “Apesar de ter sido inicialmente concebido entre os professore de Gestão Ambiental, a Sala tem potencial interdisciplinar”, explicou a coordenadora do espaço, professora Tereza Dutra.

Para marcar o início das atividades, a mesa-redonda com o tema “Mangue e o sujeito ecológico: um balaio de gatos” trouxe ao palco do auditório professores e professoras especialistas na área com a mediação do professor da licenciatura em Geografia Adauto Gomes. Abrindo os trabalhos, a professora da licenciatura em Geografia Clézia Braga falou sobre a forte influência do pensamento de Josué de Castro na arte de Chico Science. “Tanto Josué quanto Chico estavam atentos às relações desiguais que se construíam em Recife, cada um em seu tempo”, comparou. Depois foi a vez da reitora do IFPE professora Anália Ribeiro explicar um pouco sobre o sujeito ecológico e a educação ambiental. Para ela, esse sujeito consciente do que o cerca pode ser construído tanto nos ambientes formais quanto nos ambientes informais de educação. Parafraseando uma famosa frase de Chico Science, ela complementou: “Esse sujeito que se organiza a partir de outros saberes está também orientando para desorganizar as estruturas que o cercam”.

Para finalizar, o também professor de geografia Fernando Coutinho falou de sua experiência como companheiro de Chico Science na Orla Orbe, no final dos anos 1980. “Naquela época ele nem era Science, era Chico Assis, mas já mostrava todo o seu potencial para fazer as coisas acontecerem”, lembra. Para fechar o debate, que ainda contou com a intervenção da plateia com perguntas e questionamento, houve também a apresentação do grupo musical Nação Porto Mix.