Você está aqui: Página Inicial > Todas as notícias > Comissão da Política de Assistência Estudantil divulga carta aberta à comunidade

Notícias

Comissão da Política de Assistência Estudantil divulga carta aberta à comunidade

Documento apresenta ajustes realizados após consulta pública
por publicado: 07/08/2020 17h15 última modificação: 07/08/2020 17h47

Recife, 07 de agosto de 2020

 

Prezada Comunidade,

 

            No período de 5 a 22 de junho do ano em curso, a minuta de reformulação da Política de Assistência ao Estudante foi submetida a consulta pública, durante a qual foram registradas 326 contribuições, das quais 76,5% de estudantes, 14,9% de técnico-administrativos, 5,3% de professores e 3,3% de pais e/ou responsáveis.

            Após a consulta, a Comissão de Reformulação se reuniu para analisar as contribuições, reorganizando-as em blocos, de acordo com a natureza do registro — elogios, sugestões, dúvidas, críticas e comentários —, e transformando-os em dinâmica de seminário, de modo que cada bloco foi cuidadosamente apreciado, refletido em consonância com o documento em sua fase de amadurecimento e revisado.

            Destacamos que algumas proposições se contradiziam, o que entendemos como natural, uma vez que cada estudante, servidor e pai ou responsável usou da própria liberdade de entendimento e do espaço comunicativo para, de fato, expor a sua percepção. Também houve perguntas e contribuições que, apesar de acolhidas, não foram consideradas pertinentes para a Política, uma vez que tratavam de questões operacionais dos campi. Ainda assim, essas manifestações provocaram boas reflexões, e por isso manifestamos gratidão.

            É importante ressaltar que na reformulação optou-se por manter na Política apenas os princípios e as diretrizes norteadoras, além da identificação dos membros da equipe multiprofissional e as respectivas atribuições. Caberão aos regulamentos e editais as especificidades dos processos seletivos, da permanência discente e de outros aspectos pertinentes à execução dos Programas de Assistência Estudantil.

            Assim, entre os ajustes feitos na Política após a consulta pública, enfatizamos os seguintes:

  • Inclusão dos técnicos em assuntos educacionais como membros da equipe multiprofissional;
  • Inclusão das atribuições do cargo de Técnico em Assuntos Educacionais no âmbito da Assistência ao Estudante;
  • Menção ao programa PROIFPE;
  • Criação do Programa de Inclusão Digital;
  • Criação de um programa institucional para concessão de bolsas para a Inovação Educativa.

 

            Registramos, ainda, que após a consulta foram realizados encontros com equipes responsáveis pela criação de minuta dos regulamentos de cada programa que constitui a Política, bem como dos respectivos editais, nos casos daqueles programas que utilizam recursos orçamentários.

Por fim, informamos que o texto foi entregue pela Comissão à Diretoria de Assistência ao Estudante, que fará o devido encaminhamento ao Gabinete da Reitoria solicitando apreciação e validação do documento pelo Colégio de Dirigentes e pelo Conselho Superior.

Com o sentimento de dever cumprido e permeada pelo cuidado, pelo respeito e pela pluralidade, a Comissão agradece à comunidade acadêmica pela predisposição de construção coletiva da nossa Política de Assistência ao Estudante.

Cordialmente,

 

Comissão para Compilação dos Dados da Proposta de

Reformulação da Política de Assistência ao Estudante

(Portaria IFPE/GR nº 1.220/2019)