Você está aqui: Página Inicial > Todas as notícias > Conif se reune com novo ministro da Educação

Notícias

Conif se reune com novo ministro da Educação

Encontro ampliou o diálogo entre a atual equipe gestora do Ministério da Educação (MEC) e os dirigentes da Rede Federal
por publicado: 17/06/2016 10h12 última modificação: 17/06/2016 10h13

Os reitores que integram o Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif) reuniram-se com o ministro da Educação, Mendonça Filho, e o secretário de Educação Profissional e Tecnológica, Marcos Viegas, na quinta-feira (16), em Brasília, durante agenda extraordinária do colegiado. O encontro ampliou o diálogo entre a atual equipe gestora do Ministério da Educação (MEC) e os dirigentes da Rede Federal.

De acordo com o ministro, a nova gestão do MEC tem o diálogo como princípio e está aberta a críticas e colaborações, independentemente de ideais partidários. Com base em critérios técnicos e financeiros, o Ministério pretende dar continuidade aos projetos em andamento e iniciar novas ações que contribuam para o fortalecimento da Educação. “Temos uma rede magnífica e podemos fazê-la ainda mais forte”, disse, reafirmando o seu apoio para potencializar o ensino, a pesquisa e a extensão.

Mendonça Filho afirmou que trabalha para reprogramar e otimizar os recursos financeiros. Segundo ele, ainda nesta semana, a Pasta pretende liberar R$ 1 bilhão para as universidades e Institutos Federais. “É preciso organizar a situação orçamentária e financeira para que possamos dar sequência ao trabalho”, pontuou, assegurando estar ciente da necessidade de ampliação do banco de servidores.

O presidente do Conif apresentou ao ministro a trajetória, as principais ações e os números da Rede Federal. Hoje, as 41 instituições – Institutos Federais, Centros Federais de Educação Tecnológica e o Colégio Pedro II – possuem 644 unidades implantadas, cobrindo todo o território nacional. São mais de 700 mil estudantes matriculados nos diversos níveis e modalidades da educação profissional e tecnológica, da Formação Inicial e Continuada (FIC) à pós-graduação. “Mantendo o reconhecido nível de excelência, queremos alcançar o total de um milhão e meio de matrículas até 2024, como prevê o Plano Nacional de Educação”, pontuou.

Demandas como a concessão de Reconhecimento de Saberes e Competências (RSC) para os técnico-administrativos (TAEs), a contratação de mil professores ainda em 2016, a necessidade de recursos e urgências em infraestrutura foram tratadas com o secretário Marcos Viegas. As questões serão aprofundadas em debates a serem realizados nos próximos dias.

Senado – Para dialogar sobre o fortalecimento, a expansão e a consolidação das instituições da Rede Federal, integrantes da Diretoria Executiva do Conif e reitores de Institutos Federais foram recebidos pela senadora Fátima Bezerra (PT/RN) também na quinta (16). Como resultado do encontro, a coordenadora da Frente Parlamentar em Defesa dos Institutos Federais e do Ensino Técnico e Profissionalizante articulará audiência pública na Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) do Senado para julho deste ano.

Participaram da reunião o presidente do Conif Marcelo Bender Machado; o vice-presidente, Jerônimo Rodrigues da Silva; o diretor Administrativo, Paulo Roberto de Assis Passos, e o diretor Financeiro, Francisco Roberto Brandão Ferreira. Também estiveram presentes os reitores Maria Leopoldina Veras Camelo (IF Sertão-PE), Anália Keila Rodrigues Ribeiro (IFPE), Wyllys Abel Farkatt Tabosa (IFRN), Jefferson Manhães de Azevedo (IF Fluminense) e Eduardo Antônio Modena (IFSP), além do deputado federal Glauber Braga (PSOL-RJ).

Fonte: Assessoria de Comunicação do Conif

registrado em: , , ,