Você está aqui: Página Inicial > Todas as notícias > Dois projetos do IFPE terão financiamento da Facepe

Notícias

Dois projetos do IFPE terão financiamento da Facepe

Edital prevê apoio financeiro para criação e/ou expansão de Laboratórios de Manufatura Avançada
por publicado: 27/10/2016 11h12 última modificação: 27/10/2016 11h26

Dois projetos do IFPE foram aprovados pelo edital nº 10/2016 da Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco (Facepe), vinculada à Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (SECT). A seleção foi voltada à apresentação de propostas de projetos para criação e/ou expansão de Laboratórios de Manufatura Avançada para formação de recursos humanos na modalidade Solicitação à Inovação (SIN).

Um dos projetos aprovados, intitulado “Desenvolvimento de Manufatura Avançada para Elaborar Soluções de Gerenciamento de Vagas de Estacionamento”, está sob a coordenação da professora do Campus Recife, Aida Ferreira e ainda conta uma equipe formada por mais quatro professores - Ioná Rameh, Meuse Nogueira, Gilmar Brito e Ronaldo Aquino, este último da UFPE; além de quatro estudantes do curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas: Michael Barney, Saulo Barros, Raphael Almeida e Anderson Pereira.

De acordo com a docente, o objetivo do projeto é desenvolver uma arquitetura e um ambiente funcional que permita o sensoriamento de vagas de estacionamento em tempo real, elaborando soluções tecnológicas para criação de estacionamentos inteligentes (smart parking). “Estudos em smart parking são possíveis graças aos avanços das pesquisas em sistemas de informações geográficas (SIG), sistemas embarcados e redes de sensores sem fio (Wireless Sensor Networks - WSN)”, destacou Aida.

 A docente explica que o uso de microprocessadores e WSN são de fundamental importância no desenvolvimento dos sistemas embarcados, além disso Sistemas de Informações Geográficas (SIG) são sistemas computacionais usados para o entendimento dos fatos e fenômenos que ocorrem no espaço geográfico. “Sua capacidade de reunir uma grande quantidade de dados convencionais de expressão espacial, estruturando-os e integrando-os adequadamente, torna-os ferramentas essenciais para a manipulação das informações geográficas”, detalhou.

 O outro projeto que terá o financiamento da Facepe é do Campus Caruaru. Com o nome “Desenvolvimento de Protótipo com Cinemática Paralela Tipo Delta Linear para Manipulação Rápida de Peças”, o projeto é coordenado pelo professor Alexander Sena e composto ainda pelo docente Dalton Valadares, pelo técnico de laboratório em Mecatrônica, Julyandryos Mendonça e pelo técnico de laboratório em Mecânica, Josiel Sobral, além da equipe Protheus II (formada por estudantes do curso integrado em Mecatrônica que atuam na área de Robótica) e Grupo Passos (grupo de estudos em Robótica do Superior em Engenharia Mecânica).

 Segundo Sena, o estudo propõe o desenvolvimento e a construção de um protótipo com sistema mecânico de estrutura cinemática paralela tipo robô delta linear com três graus de liberdade para trabalhar em minicélula de manufatura. “O protótipo deverá ser capaz de realizar o papel de manipulador industrial de alta velocidade e precisão trabalhando em ação pick-andplace sincronizada com uma esteira transportadora. O acionamento das juntas deverá ser realizado por meio de motores de CC (Corrente Contínua) e fusos de esferas recirculantes”. 

Através do projeto será possível validar modelos cinemáticos, implementar controladores de velocidade e posição. O coordenador explica ainda que o projeto passará por diversas etapas. “O manipulador passará por fases de desenvolvimento e teste experimental de seu sistema mecânico, circuitos de interface, sistema de aquisição/envio de sinais por computador e programação em supervisório Labview, a fim de explorar todas as características de velocidade e repetibilidade de posicionamento”, ressaltou.

O prazo para execução de ambos os projetos será de 18 (dezoito) meses.