Você está aqui: Página Inicial > Todas as notícias > ESMPU reabre inscrições para seminário sobre combate ao trabalho escravo

Notícias

ESMPU reabre inscrições para seminário sobre combate ao trabalho escravo

Os interessados podem se inscrever até o dia 12 de setembro. Encontro acontece de 18 a 20 de setembro, em Recife (PE)
por publicado: 06/09/2019 12h36 última modificação: 06/09/2019 12h39

Recife receberá, de 18 a 20 de setembro, a 1ª edição do Seminário “Trabalho Escravo”. Realizado pela Escola Superior do Ministério Público da União (ESMPU), o encontro promoverá um espaço de discussão sobre os problemas políticos, sociais e econômicos envolvidos no combate ao trabalho escravo e a reflexão sobre a necessidade de implementação constante de políticas públicas de prevenção e repressão ao crime.

O evento é gratuito, aberto ao público e a participação dá direito a certificado. As inscrições podem ser feitas até às 12h do dia 4 de setembro. Inscreva-se  (confira o passo a passo para se cadastrar e se inscrever) 

Programação - Durante os três dias, serão debatidos temas como promoção dos direitos humanos, combate ao trabalho escravo, papel da sociedade civil, migração e persecução penal, tráfico de pessoas e persecução civil-trabalhista e trabalho escravo nos canaviais. As questões serão abordadas pelos procuradores do Trabalho Tiago Muniz Cavalcanti, Débora Tito e Ulisses Carvalho; as procuradoras da República Ana Carolina Roman e Carolina de Gusmão Furtado; o conselheiro do Fundo das Nações Unidas para Formas Contemporâneas de Escravidão Leonardo Sakamoto; e a professora Flora de Oliveira e pelo pesquisador Fábio Pitta. Confira a programação completa.

Atividade: Seminário “Trabalho Escravo – Turma I”
Data: 18 a 20 de setembro
Inscriçãoaté 12h do dia 4 de setembro
Local: Centro de apoio da ESMPU em Recife (localizado nas dependências da Procuradoria Regional da República da 5ª Região - Av. Frei Matias Teves, 65 - Ilha do Leite, Recife – PE)
Vagas100
Custeio: NÃO haverá custeio 

Mais informações no edital e no projeto pedagógico da atividade.

Fonte: Assessoria de Comunicação | Escola Superior do Ministério Público da União