Você está aqui: Página Inicial > Todas as notícias > IFPE inaugura sede definitiva do Campus Cabo de Santo Agostinho

Notícias

IFPE inaugura sede definitiva do Campus Cabo de Santo Agostinho

Obra recebeu um investimento de R$ 35 milhões. Abreu e Lima será o próximo a ser inaugurado
por publicado: 28/12/2018 15h01 última modificação: 28/12/2018 15h01

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (IFPE) inaugurou, nesta sexta-feira (28), a sede definitiva do Campus Cabo de Santo Agostinho. A cerimônia foi realizada no novo prédio da unidade, com a presença da reitora do IFPE, Anália Ribeiro, do diretor-geral do Campus Cabo, Daniel Assunção, da Diretora do Departamento de Obras e Projetos do IFPE, Virgínia Gouveia, e do deputado Federal Mendonça Filho, que representou o Ministério da Educação (MEC). 

Localizada no terreno do Convida Suape, a obra teve início em 2015 e recebeu um investimento total de R$ 35 milhões por parte do MEC. A nova sede conta com uma área de 12.650 metros quadrados, dois blocos de sala de aula com 15 ambientes, dois blocos de laboratórios com 12 ambientes, além de um bloco administrativo, um bloco acadêmico e um ginásio poliesportivo. A estrutura inclui ainda auditório, biblioteca, área de convivência, além de uma creche para receber os filhos de servidores, estudantes e da comunidade local. Inauguração | IFPE - Campus Cabo

"Vivemos um dia simbólico porque, amanhã, completamos dez anos da lei que criou os Institutos Federais. Hoje, estamos inaugurando o primeiro campus da terceira expansão e isso é uma resultado de uma caminhada que não se faz sozinho. O IFPE existe para democratizar a sociedade e transformar vidas e esse campus faz parte dessa construção", afirmou a reitora Anália Ribeiro, que destacou o apoio do MEC no aporte de recursos para a execução de obras no Instituto. "Hoje, temos, pelo menos, uma grande obra estruturante em cada campus do Instituto e isso é muito significativo", completou. 

Em seu discurso, o deputado federal Mendonça Filho destacou o papel estratégico do Campus Cabo. "Quando liberamos os primeiros recursos, tivemos a dimensão de que não se tratava apenas de mais um campus do IFPE, mas de um verdadeiro complexo educacional. Fico feliz de ter dado minha contribuição para esse legado", ressaltou. Atualmente, são ofertados no Campus quatro cursos técnicos subsequentes: Hospedagem , Cozinha, Logística, Meio Ambiente, além do curso de Qualificação Profissional de Almoxarife. A partir do primeiro semestre de 2019, serão oferecidos dois cursos superiores, o de Bacharelado em Administração e o de Tecnologia em Hotelaria, além da especialização em Gestão Estratégica em Logística. 

Com a mudança de sede, a previsão é de sejam abertos ainda dois novos cursos superiores no segundo semestre: Tecnologia em Gastronomia e Engenharia Ambiental. O Diretor-Geral do Campus Daniel Assunção entregou placas e certificados de homenagens às todos que contribuíram com o processo de construção do Campus, incluindo a reitora Anália Ribeiro, o deputado Mendonça Filho, o Secretário de Educação Profissional e Tecnológica do MEC, Romero Raposo, a representantes da prefeitura do município e a servidores do IFPE. "É importante destacar também que estamos com todos os equipamentos necessários para o Campus começar a funcionar", destacou o diretor-geral. Em 2017, o Campus recebeu um repasse no valor de R$ 4 milhões do MEC para aquisição de materiais e mobiliário. 

Inauguração | IFPE - Campus Cabo

Após a cerimônia, os participantes fizeram uma visita pelas novas instalações do novo prédio.  A expectativa é de que o Campus, que hoje atende 600  estudantes, passe a receber cerca de 1,5 mil. O Campus Cabo é fruto da terceira fase da expansão da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica, que deu origem a outras seis unidades do IFPE (Igarassu, Jaboatão dos Guararapes, Palmares, Paulista, Olinda e Abreu e Lima). Criado em 2014, o Campus vinha funcionando provisoriamente nas instalações da Faculdade de Ciências Humanas (Fachuca) do município. A previsão é de que o novo prédio já receba os estudantes no início do primeiro semestre de 2019. 

OBRAS  - Entre os campi da terceira expansão, o próximo a ser inaugurado é o de Abreu e Lima, que hoje funciona provisoriamente num prédio cedido pela prefeitura do município. A previsão é de que a sede definitiva seja aberta à comunidade no mês de fevereiro de próximo ano. Já as novas sedes dos campi Igarassu e Paulista têm inauguração programada para o mês de julho, e Palmares, para dezembro do ano que vem. Já o Campus Olinda depende da resolução de pendências em relação ao terreno cedido pela prefeitura.