Você está aqui: Página Inicial > Todas as notícias > Inovação tecnológica em debate na abertura do 11º Conic

Notícias

Inovação tecnológica em debate na abertura do 11º Conic

Edição 2016 do Congresso de Iniciação Científica do IFPE acontece até sexta-feira (25) no Campus Pesqueira
por publicado: 22/11/2016 17h57 última modificação: 22/11/2016 17h57

Professores e estudantes pesquisadores do IFPE se reuniram, nesta terça (22), no Campus Pesqueira para a abertura da 11ª edição do Congresso de Iniciação Científica (Conic). O evento, que acontece até o dia 25, é palco para que alunos dos cursos técnicos e superiores envolvidos em projetos de pesquisa possam apresentar à comunidade acadêmica os resultados colhidos após um ano de trabalho. A palestra de abertura do Congresso foi ministrada pelo Diretor da empresa belga Arrowplan, Paulo Coelho Vieira, e teve como tema “A Inovação Tecnológica nos dias atuais”.

Em sua exposição, o executivo, cuja atuação tem como foco a valorização da propriedade intelectual,  destacou a importância da pesquisa científica e considerou fundamental a ampliação dos investimentos em políticas de registro de patentes para o desenvolvimento econômico e social do país. O palestrante aproveitou para traçar um comparativo com outros países, apontando como o Brasil ainda destina pouca atenção a essas áreas e ressaltando o papel estratégico desempenhado pelos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia.

“No contexto brasileiro, não consigo enxergar uma instituição em que a produção da pesquisa e o registro das patentes possam ser tão bem trabalhados como nos institutos federais. Aqui, os estudantes são estimulados a pesquisar e desenvolver soluções científicas e tecnológicas desde os primeiros níveis da educação. Aqui temos uma instituição com vocação para dar ao Brasil um salto qualitativo neste sentido”, afirmou à plateia.

Compondo a mesa de abertura, a reitora do IFPE, Anália Ribeiro, enfatizou, em seu discurso, o incentivo que tem sido feito ao desenvolvimento científico na instituição. Uma das metas para 2017, de acordo com a reitora, é agregar as produções de ensino, pesquisa e extensão num só evento.

 “Nosso esforço, dentro da realidade brasileira atual, é o estímulo à compreensão do mundo, das relações humanas. Em momentos difíceis, devemos dar uma ênfase ainda maior à construção do conhecimento. Se já trabalhamos com afinco, o momento pede que nos esforcemos o dobro para que o conhecimento construído na instituição esteja a serviço da sociedade, com especial atenção aos mais vulneráveis, observando necessariamente a democratização desse conhecimento", frisou.

O Pró-Reitor de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação, Mário Monteiro fez um balanço da programação do Conic e também ressaltou o papel estratégico desempenhado pela pesquisa. “O evento congrega 68 avaliadores, 38 apresentações orais de trabalho, 20 monitores, sete salas, um curso de formação e quase 500 pessoas como público geral. Nossa intenção, apesar das dificuldades, é que fiquem claras as contribuições da pesquisa no tripé que sustenta o IFPE. Se uma das bases desse tripé sofre danos, as consequências serão sentidas por toda a instituição".

Também fizeram parte da mesa de abertura a Pró-Reitora de Ensino, Edlamar Santos, a Pró-Reitora de Extensão, Ana Patrícia Falcão, o Diretor de Pesquisa da Propesq, Márcio Villar, o Diretor de Pesquisa do Campus Pesqueira, Glauco Reinaldo e a Diretora de Ensino Valquíria Bezerra.  

=> Confira a programação completa do 11º Conic.