Você está aqui: Página Inicial > Todas as notícias > Pronera abre inscrições para curso de Geografia em Pernambuco

Notícias

Pronera abre inscrições para curso de Geografia em Pernambuco

Curso de Licenciatura em Geografia será ofertado através da parceria entre Incra e UPE
por publicado: 26/07/2019 13h35 última modificação: 26/07/2019 13h36
O Incra e a Universidade de Pernambuco (UPE), por meio do Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária (Pronera), selecionam 60 beneficiários  para curso de Licenciatura em Geografia. As inscrições são gratuitas e vão de 29 de julho até 1º de setembro de 2019. A metodologia do curso é direcionada para o dia a dia dos trabalhadores rurais.
 
Os interessados devem ser jovens e adultos dos assentamentos criados e reconhecidos pelo Incra, quilombolas e trabalhadores acampados cadastrados na autarquia, ou beneficiários do Programa Nacional de Crédito Fundiário (PNFC). O público-alvo também inclui professores da rede pública estadual e municipais que estejam em atendimento direto às famílias beneficiárias.
 
Para se inscrever é preciso enviar formulário do anexo II do edital assinado e digitalizado para o e-mail: geografiapronera.matanorte@upe.br. Os candidatos que tiverem as inscrições aceitas poderão participar das provas escritas do processo seletivo no Campus Mata Norte da UPE, em Nazaré da Mata (PE), em 21 de agosto, as 8h às 13h (datas e horários previstos e podem ser alterados pela organização).
 
A seleção será realizada por meio de redação (60 pontos) e questões de múltipla escolha (40 pontos) com cinco alternativas. A prova objetiva é composta de quarenta questões sendo oito de língua portuguesa; oito de matemática; oito de geografia; oito de história e oito de ciências (biologia, química, física). As questões serão baseadas no conteúdo programático do anexo III do edital.
 
Metodologia
 
O curso de Licenciatura em Geografia é estruturado dentro da modalidade conhecida como pedagogia da alternância. As cargas horárias seguem a lógica da produção agrícola, com períodos de atividades in loco e outras à distância para que os trabalhadores rurais consigam adequar os seus estudos às suas rotinas de trabalho.
 
 
 
Fonte: Assessoria de Comunicação Social do Incra