Você está aqui: Página Inicial > Todas as notícias > Reitora do IFPE participa de audiência pública sobre educação indígena

Notícias

Reitora do IFPE participa de audiência pública sobre educação indígena

Audiência foi promovida pela Comissão de Educação e Cultura da Assembleia Legislativa de Pernambuco
por publicado: 06/06/2019 14h58 última modificação: 06/06/2019 15h01
Evane Manço/Alepe

A reitora do IFPE Anália Ribeiro  participou, na última quarta-feira (5), de uma audiência pública sobre educação escolar indígena, realizada na Assembleia Legislativa de Pernambuco. A audiência foi promovida pela Comissão de Educação e Cultura com o objetivo de debater a regulamentação da categoria dos professores indígenas e a elaboração de um plano de carreira. O encontro reuniu autoridades públicas e lideranças de várias etnias para discutir o tema.

Uma das participantes foi a coordenadora do povo Pankarará e integrante da Comissão de Professores Indígenas de Pernambuco (Copipe), Maria Luciete Lopes, que lembrou que uma proposta de regulamentação já havia sido encaminhada à secretaria de Educação do estado em 2009. “Todos os professores trabalham por meio de contratos temporários. Pedimos que nos ajudem a tirar o documento da gaveta, pois nossa profissionalização depende disso. A gente luta, ainda, por um subsistema de educação escolar indígena no Estado, pois constituímos uma rede de educação específica, diferenciada e intercultural. Também queremos que o Poder Público possa garantir o acesso dos jovens às universidades”, afirmou.

Em sua fala, a reitora Anália Ribeiro destacou a necessidade de se discutir a questão da educação indígena dentro das instituições federais de ensino. Atualmente, o IFPE conta com certa de 150 estudantes oriundos de grupos indígenas de Pernambuco. “Precisamos considerar nos nossos currículos, metodologias e práticas docente a perspectiva da cosmovisão, do feminismo e da cultura e dos saberes tradicionais dos povos originários”, pontuou.

Ao final da audiência, o deputado estadual Romário Dias, presidente da Comissão de Educação e Cultura, informou que encaminharia ao governo do Estado um relato sobre os temas abordados na audiência.  “Vamos entregar um documento em mãos para ele. A questão envolve normatização, despesas e contratação de pessoal. Como o Projeto de Lei Orçamentária será enviado à Assembleia em setembro, nós já podemos pensar em destaques a fim de colocar verbas para as comunidades indígenas”, disse.

Também participaram da audiência a deputada estadual Teresa Leitão, o integrante do Conselho de Educação Escolar Indígena de Pernambuco, Tiago Xukuru,  a representante da Articulação dos Povos e Organizações Indígenas do Nordeste, Minas Gerais e Espírito Santo, Elisa Pankararu, além de representantes de outras entidades, como o Conselho Indigenista Missionário (CIMI) e a Universidade de Pernambuco (UPE).

*Com informações da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe)