Você está aqui: Página Inicial > Todas as notícias > Violência contra mulheres é alvo de palestras

Notícias

Violência contra mulheres é alvo de palestras

Iniciativa faz parte de programação especial; novos temas serão abordados nos dias 22 e 28
por publicado: 14/03/2018 17h55 última modificação: 16/03/2018 10h54

O auditório do Campus Recife foi palco, nesta quarta-feira (14), de palestras e apresentações que abordaram o “Violência contra as mulheres”. Já pela manhã, a juíza titular da 1ª Vara de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher, Ana Cristina Mota, falou sobre Feminicídio. Na parte da tarde, Amanda Clark, do Centro de Referência Clarice Lispector, abordou em sua palestra a Lei Maria da Penha.

Ela foi seguida por duas apresentações do Núcleo de Arte e Cultura do Campus Ipojuca: a primeira, Pagu, em que estudantes gesticulavam ao som da música composta por Rita Lee; e a segunda, a peça teatral Geni, em que a vida de uma mulher vítima de relacionamento abusivo e violência física era encenada ao som de músicas que contavam partes de sua trajetória.

Estudantes e servidores, presentes no auditório, tiveram a oportunidade de tirar dúvidas e interagir com Amanda e Luciene Souza, coordenadora do Núcleo de Arte e Cultura do Campus Ipojuca. Perguntas sobre procedimentos para realização de denúncia contra violência e a importância da conscientização sobre o tema deram o tom das intervenções feitas na ocasião.  

“É um prazer muito grande participar de momentos como este, trazendo informação para estudantes, jovens que têm uma vida inteira pela frente. A violência contra a mulher é uma realidade que precisa ser mudada e momentos como este auxiliam esta mudança”, declarou Amanda, que também reforçou que Estado, família e instituições educacionais podem colaborar para a consolidação desta uma nova perspectiva.

Concordando, Luciene contou também que diálogos entre os núcleos extensionistas do campus foram fundamentais para a construção da peça. “É uma contribuição para que cada vez mais tenhamos pessoas empoderadas e conscientes de seu papel e importância na sociedade”, destacou.   

PRÓXIMOS – As palestras e apresentações fazem parte da programação elaborada para o Mês das Mulheres, que a cada semana do mês de março contempla um tema diferente a fim de mobilizar as pessoas para questões como desigualdade de oportunidades, luta por direitos, violência e representação das mulheres na sociedade. A iniciativa é uma ação conjunta da Diretoria de Assistência ao Estudante, Diretoria de Gestão de Pessoas, Pró-Reitoria de Extensão, Coordenação de Eventos, Assessoria de Comunicação do IFPE e Campus Recife. 

No próximo dia 22, como tema “Lugar de mulher é onde ela quiser”, o IFPE promoverá uma mesa-redonda, às 14h, com Piedade Souza, da Rede de Mulheres Negras de Pernambuco; Elizângela Marinho, do grupo de agricultoras Flores de Ximenes; e Renata Albertim do Mete a Colher.

Já no dia 28, o destaque será “Sororidade e as mulheres nas artes”. Das 14h às 16h, no miniauditório do Campus Recife, será promovida uma sessão de curtas e debate com as cineastas Bruna Leite, Yane Mendes, Samara Maria e Tábata de Morais do Mulheres do Audiovisual de Pernambuco (MAPE).   

No mesmo dia, das 15h às 16h, a psicóloga do IFPE Taciana Haliday conduzirá uma roda de conversa sobre a temática da Sororidade no Jardim do Campus Recife. E, das 16h às 19h, haverá, no hall do Campus Recife, uma programação cultural, que contará com a participação das poetisas Amanda Timóteo, Bione, Mariana Ramos, Isabela Puente e Patrícia Naia do Slam das Minas PE, recital de cordel e apresentação musical. Também haverá uma exposição de Artes Visuais com obras só de mulheres estudantes do IFPE. Todos os eventos são gratuitos e abertos ao público.

registrado em: , , ,