Você está aqui: Página Inicial > Todas as notícias > Curso de Turismo do IFPE e de Computação da UFPE estabelecem parceria inédita

Notícias

Curso de Turismo do IFPE e de Computação da UFPE estabelecem parceria inédita

Estudantes das duas instituições desenvolveram aplicativo que promove o turismo cultural, com destaque para o folclore pernambucano
por publicado: 10/12/2019 13h54 última modificação: 10/12/2019 13h55

Pela primeira vez, o mesmo objeto de estudo foi abordado em Trabalhos de Conclusão de Curso de duas Instituições: o Instituto Federal de Pernambuco (IFPE), através do curso Tecnológico em Gestão de Turismo do Campus Recife, e a Universidade Federal de Pernambuco com o curso de Ciências da Computação.

Os estudantes Roberta Moraes e Renato Oliveira, do IFPE, e a aluna Miriane Nascimento, da UFPE, desenvolveram um aplicativo que promove o turismo cultural, com destaque ao folclore pernambucano com seus contos fantasmagóricos.

A ideia é divulgar os mal-assombros, que sobrevivem graças à tradição oral. O TCC do IFPE foi orientado pelos professores Cláudia Sansil, do Campus Recife, e Fernando Ivo, do Campus Olinda. A defesa ocorreu no mês de setembro com direito a demonstração do funcionamento do aplicativo.

Nesta terça-feira (10), às 18h30, a estudante Miriane apresenta, na sala F-24 do Campus Recife, seu estudo, acompanhada de sua orientadora, professora Liliane Fonseca. Os pesquisadores querem ampliar as possibilidades de trabalhos conjunto em 2020.

No Instituto, os tecnólogos conceberam o aplicativo e realizaram uma pesquisa rica com as lendas mais conhecidas, a exemplo da Perna Cabeluda e da Galega de Santo Amaro e outras menos relatadas, a exemplo da que fala do Forte das Cinco Pontas e dos assombros do zoológico de Dois Irmãos e do Teatro de Santa Isabel, enquanto a Graduada do Centro de Informática da UFPE desenvolveu o protótipo, que  usou a ferramenta online MarvelApp (https://marvelapp.com). 

Os materiais da construção do aplicativo são da própria ferramenta. Nascimento descreveu que, para a criação do aplicativo, utilizou o IOS, com a linguagem de programação Swift, da Apple. Acessou o banco de dados Firebase, criado pelo Google, e utilizado para desenvolvimento mobile. Visando a autenticação com Facebook e Google ainda lançou mão do FirbaseAuth, também desenvolvido pelo Google.   

A parceria acadêmica envolveu os educadores Cláudia Sansil e Fernando Ivo, do Instituto Federal, juntamente com os pesquisadores do CIn/UFPE, Lilane Fonseca e Waldemar Neto. Os autores pretendem lançar o App no mercado buscando divulgar a cultura local e movimentar o turismo com as assombrações do Recife.

No IFPE, a Banca Examinadora foi constituída, além dos orientadores, pela professora Luciana Pereira, coordenadora do Curso de Turismo; Henrique Santos, do Curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas do Campus Recife; e Daniel Moreira, do Colégio Militar.