Você está aqui: Página Inicial > Todas as notícias > Jornada em Defesa da Reforma Agrária do IFPE promove sua segunda atividade do ano

Notícias

Jornada em Defesa da Reforma Agrária do IFPE promove sua segunda atividade do ano

Evento, que é gratuito e aberto a todos, acontece no dia 16/09
por publicado: 20/08/2021 17h11 última modificação: 16/09/2021 11h38

A Jornada em Defesa da Reforma Agrária (JURA) do IFPE vai promover, na próxima quinta-feira (16/09), sua segunda atividade do ano. Dessa vez, o evento é organizado pelo Campus Recife, por meio do curso de Licenciatura em Geografia.

A programação contará com debates, que trará os seguintes participantes: Paulo Mansan, do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST); e Mônica Cox, da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE); além da participação do Conselho Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável de Pernambuco - CONSEA/PE. O encontro tem como tema "Os Movimentos Sociais e a luta contra a fome: estratégias, avanços e retrocessos no cenário local e global".

A transmissão do evento será realizada no canal do YouTube da Sala Verde Chico Science, no dia 16 de setembro, às 18h30. Todos os inscritos receberão com antecedência o link para participação.

As inscrições são gratuitas e abertas a todo público, e devem ser realizadas por meio do site:  www.even3.com.br/juraifpe2021

Seminário Geografia e Interdisciplinaridade

A Jornada em Defesa da Reforma Agrária do IFPE faz parte da programação de um outro evento: VIII Seminário Geografia e Interdisciplinaridade, promovido pelo curso de Licenciatura em Geografia do IFPE Campus Recife. O seminário tem início na quarta-feira (15) e se estende até o dia 17 de setembro, sendo o dia 16 reservado para as atividades da JURA. O evento completo será transmitido pelo canal do YouTube da Sala Verde Chico Science. 

O tema central será “A fome materializada nos territórios: causas, consequências e alternativas na arena local e global”. 

Entre os palestrantes, o destaque é a participação dos movimentos sociais e do representante da FAO no Brasil, Rafael Zavala.