Você está aqui: Página Inicial > Todas as notícias > Processo de internacionalização do IFPE é apresentado em evento

Notícias

Processo de internacionalização do IFPE é apresentado em evento

Encontro de Internacionalização ocorre nesta quinta (7) e sexta-feira (8), no Campus Recife
por publicado: 07/11/2019 17h45 última modificação: 07/11/2019 17h45

Os processos de educação do IFPE no exterior estão sendo apresentados e discutidos durante a terceira edição do Encontro de Internacionalização, realizado nesta quinta (7) e sexta-feira (8), no auditório do curso de Mecânica do Campus Recife.

Na abertura do evento, a assessora de Relações Internacionais do IFPE, Jussara Pimentel, destacou o crescimento da internacionalização da instituição, por meio de programas de mobilidade que contemplam servidores e estudantes. Entretanto, ela pontuou que internacionalização deve ser compreendida além desses intercâmbios. “Nosso objetivo para 2020, por exemplo, é ministrar componentes curriculares em língua inglesa no IFPE”, anunciou.

O domínio da língua é um dos principais desafios enfrentados pelos estudantes na hora de conquistar uma vaga de intercâmbio. Ações desenvolvidas no âmbito do Centro de Libras e Línguas Estrangeiras (CELLE), presente em todos os campi da instituição, têm contornado essas dificuldades e tornado o IFPE referência na Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica.

Para a reitora do IFPE, Anália Ribeiro, a internacionalização deve ser colocada em prática privilegiando o desenvolvimento humano aliado ao técnico e científico, tendo como raízes a nossa terra com foco no desenvolvimento da região. Ela cita o exemplo pioneiro da mobilidade estudantil realizada pelo IFPE na Universidade Indígena Boliviana (UNIBOL) Guarani y Pueblos de Tierras Bajas, que fomenta o desenvolvimento de projetos além do ensino da língua espanhola e guarani.

“Precisamos buscar caminhos que não são trilhados”, argumentou. Ela aponta que a experiência além de enriquecedora para os estudantes, possibilitou a redução de custos. Graças a uma parceria com a Unibol, não houve gastos com alojamento e alimentação. A reitora ainda defendeu a valorização das línguas brasileiras, tanto as variações da língua portuguesa quanto a dos povos tradicionais. “Essa valorização é fundamental para a internacionalização”, enfatizou.

Na abertura do evento, também foram pontuadas as experiências de internacionalização realizadas em Portugal e no Canadá, além do desenvolvimento de pesquisas com instituições internacionais. Pela manhã, houve ainda palestra sobre os desafios da Implementação de Ações para o Alcance das Metas dos 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030, proferida pela professora Maria Tereza Duarte Dutra e a oficina “ Beyond the Textbook: Keep Flipping your Classroom” para os professores de línguas do IFPE, ministrada por Greg Abrahams - RELO/Brazil/USA.

Confira programação do evento.

registrado em: ,